Manchester United's Portuguese midfielder Cris...Image by AFP/Getty Images via Daylife

"Sou um vencedor"

"Sei que já ganhei muita coisa, mas sou em quem coloca a fasquia dos meus objectivos bem alta", afirmou ao uefa.com. "Sou um jogador muito ambicioso e com um carácter muito forte. Penso que, a nível pessoal, o mais importante é o que eu penso e não o que os outros dizem de mim. Vou sempre pensar assim. Vou continuar a fazer as coisas como fiz em 2003, 2004, 2005, como até agora. Nada vai mudar - pelo contrário. A minha ambição vai crescer e vou querer ganhar ainda mais a nível do clube e pessoal. Porque a sensação de ganhar é fantástica. Sou um vencedor e por isso vou sempre querer mais [títulos]".

Elogios a Alex Ferguson

"Foi por causa dele que vim para este clube", explicou. "É graças a ele que estou aqui. Evoluí bastante com ele e já ganhámos muitas coisas juntos. Aprendi muito com Ferguson e sinto-me privilegiado por trabalhar com ele - e o sucesso que temos como jogadores é, também, dele. Tem sido muito bom para nós e espero ganhar ainda muitos mais troféus junto com ele".

Recordações do Barcelona

"O jogo mais complicado da época passada foi contra o Barcelona", recordou. "Não que queira com isto dizer que os outros jogos tenham sido fáceis, mas creio que os mais difíceis foram mesmo contra o Barça. E, claro, a final".

Força e técnica

"São ambas muito importantes hoje em dia; mais do que no passado", salientou Ronaldo. "Hoje vê-se que todas as equipas têm jogadores muito fortes e que os níveis físicos são bastante importantes, uma vez que ajudam a equilibrar a competição".

Em entrevista à ©uefa.com


0 comentários