O segredo do CR7

Publicada por Webmaster | 12:52 da tarde | 0 comentários »

Um forte pontapé de Cristiano Ronaldo, a 36,2 metros da baliza defendida por Helton, resultou num grande golo que valeu ao Manchester United a qualificação para as meias-finais da Champions. No dia do jogo e seguintes, não faltaram elogios à genialidade do jogador. Em Inglaterra, contudo, a discussão passou para outro nível: "Tem Cristiano Ronaldo o mais poderoso remate do futebol?" O jornal "Times" procurou aprofundar o tema e ouviu um cientista do desporto que sugeriu que se está a colocar a questão de forma errada, considerando que "Ronaldo pode não ter o mais poderoso remate, mas sim o melhor remate no futebol actual".

O dr. Andy Harland, professor na Universidade do Desporto e Tecnologia de Loughborough, foi o especialista escutado pelo "Times", e explicou que o remate de Ronaldo "teve pouco a ver com poder ou força e tudo a ver com a manipulação das leis da física", baseando-se em experiências recentes que demonstram que as bolas perdem entre 30 a 40 por cento da sua velocidade pouco após o impacto do pé.

"Sempre que a bola roda no ar, abranda, por isso, quanto menos 'spin' [termo inglês que significa 'fazer rodar'] um jogador colocar na bola, menos velocidade esta irá perder durante o voo", adianta Harland, acrescentando: "Quando chuta, o Ronaldo, intencionalmente ou não, elimina ao máximo o 'spin', permitindo que o acaso decida o natural efeito da bola." A forma única como Ronaldo "ataca" a bola é o segredo que lhe permite superiorizar-se a outros grandes rematadores.

Texto por António Pires

0 comentários