Ronaldo: «Que venha um bom treinador»

Publicada por Webmaster | 4:47 da tarde | 0 comentários »

saída de Scolari do comando técnico da Selecção é um dado adquirido. Para os jogadores, não existem preferências em relação ao nome do substituto. No entanto, Cristiano Ronaldo salienta que é preciso dar continuidade ao trabalho desenvolvido pelo ainda seleccionador ao longo dos últimos 5 anos.

"Não tenho preferência por nenhum nome. Espero é que venha um bom treinador e que seja possível continuar este caminho iniciado por Scolari e que tem sido bom", declarou o extremo nacional quando confrontado com a situação, terça-feira, em Neuchatel, durante a habitual conferência de imprensa da Selecção.

Ao contrário de Scolari, Ronaldo ainda não tornou público o seu futuro, algo que tem provocado enorme especulação na imprensa nacional, mas também internacional, com natural destaque para a inglesa e espanhola.

"Já referi algumas vezes que não queria falar do meu futuro, porque estou concentrado no Europeu, nomeadamente no próximo jogo com a Alemanha. Scolari já decidiu, e bem, mas eu só falo no final do Europeu", esclareceu.

Sobre a possibilidade de, em breve, apanhar o actual treinador como adversário, Ronaldo confessou que já o apelida de forma diferente. "Agora é meu rival. Chamo-lhe rival. É claro que é em tom de brincadeira. Considero-o um amigo. Tenho a certeza que as coisas lhe vão correr bem. É um bom homem e um bom treinador", adiantou.

Visivelmente bem-humorado, Ronaldo não parou de brincar com Petit durante a conferência de imprensa, tendo mesmo esclarecido o porquê de na véspera ter aparecido com cara de pouco amigos. Tudo se deveu a uma derrota... no treino!

"Não gosto de perder! Sou um vencedor e quando perco fico sempre chateado. Temos de ter ambição, penso que vocês também são como eu. Mas, logo de seguida, no hotel, passou-me. Tomei um kompensam", gracejou, acrescentando que não há problema nenhum e que, na manhã de terça-feira, ´tinha recuperado o ânimo ao bater Petit no ténis de mesa. "E joguei só com a mão esquerda", atirou.

Aos jornalistas estrangeiros, Ronaldo respondeu em castelhano e inglês, embora sempre com cuidado para evitar interpretações dúbias. Um bom exemplo ocorreu quando lhe pediram para dizer se gostava mais de 'paella" ou "fish and chips" (pratos típicos de Espanha e Inglaterra). Entre sorrisos... optou por bacalhau!

Mais a sério, o mediático futebolista assumiu que sonha fechar a temporada com mais um troféu para juntar a uma lista extensa onde já consta, por exemplo, o título inglês, a Liga dos Campeões e um ror de distinções individuais.

"Claro que penso nisso. É um sonho. Estamos bem lançados e muito confiantes para vencer o Europeu. É uma grande oportunidade".

A finalizar, Ronaldo admitiu que, há uns anos, não considerava ser possível uma ascensão tão célere. "Claro que não! Não imaginava nada assim, mas as coisas proporcionaram-se de forma muito rápida. Comecei a treinar nos seniores do Sporting com 16 anos e a jogar 18. Mas, tenho feito tudo para que as coisas corram bem. E ajuda jogar numa grande Selecção e num grande clube", explicou.

Fonte: Record

0 comentários