O Real Madrid espera que Cristiano Ronaldo anuncie o seu futuro, antes do clube merengue poder avançar com os planos de tentar contratar o internacional português, junto do Manchester United.

O jogador já disse que não fará nenhum comentário até ao final do Euro’2008, a 29 de Junho, apesar de ainda antes do início do Europeu ter prometido novidades para dentro de poucos dias.

"Estamos à espera que o Cristiano faça uma declaração. No momento em que ele diga que quer jogar no Real Madrid haverá conversações entre os dois clubes", disse o director-geral do Real Madrid, Miguel Angel Arroyo.

Em declarações à rádio “Onda Madrid” o responsável dos merengues afirmou também que o clube espanhol ficará "encantado" em chegar a um acordo com o Manchester United se houver essa possibilidade. "Se eles quiserem vender e se o preço for razoável", sublinhou Miguel Angel Arroyo.

Para isto tudo seria necessária vontade do Manchester United, mas o clube inglês, que tem contrato com o jogador por mais quatro épocas, tem mostrado o seu desagrado pelas intenções do clube madrileno e já fez queixa à FIFA.

Uma situação que não deu em nada, porque o organismo principal do futebol mundial garantiu segunda-feira que não tomará medidas por considerar que "nenhuma regra foi quebrada", embora tenha feito uma advertência aos espanhóis.

Do lado do Manchester United, o técnico Alex Ferguson frisou que Cristiano Ronaldo, bota de ouro europeu e que em toda época marcou 42 golos, não está à venda e que a família Glazer, proprietária do clube, prefere ver o jogador na bancada a vendê-lo.

Em causa estará uma oferta de 80 milhões de euros pelo jogador que ajudou o Manchester United a ganhar a Liga Inglesa e a Liga dos Campeões, superando em muito o anterior recorde de transferências, de 65 milhões de euros por Zidane, em 2001.
Fonte: O Jogo

0 comentários