Paulo Bento: «Cristiano Ronaldo foi decisivo»

Publicada por Webmaster | 12:17 da manhã | 0 comentários »

Paulo Bento, treinador do Sporting, depois da derrota em Manchester por 2-1, em jogo da quinta jornada do Grupo F da Liga dos Campeões:

«Cristiano Ronaldo teve grande influência e ao mesmo tempo negativa para nós. É um jogador com capacidade técnica enorme. O Cristiano Ronaldo está no lote dos que mais nos complicaram a vida aqui. Foi decisivo neste, tal como já tinha sido em Alvalade.»

[Sobre o assédio a Miguel Veloso] «É quase seguro que vai sair. Com a quantidade de clubes que se ouve por aí. Não vamos ter qualquer problema com isso», ironizou.
Autor: Berta Rodrigues enviada-especial a Manchester
Fonte: MaisFutebol

Ronaldo poupado da derrota

Publicada por Webmaster | 4:05 da tarde | 0 comentários »

O Manchester United, com Nani e sem Ronaldo, perdeu ontem por 1-0 com o Bolton e caiu para a segunda posição da Liga Inglesa de futebol, antes de receber o Sporting terça-feira, na quinta ronda da Liga dos Campeões.
Agora com 30 pontos em 14 jogos, a equipa de Alex Ferguson e Carlos Queiroz sucumbiu aos 11 minutos ao golo do francês Nicolas Anelka e pagou bem cara a revolução feita no "onze", com destaque para a ausência de Cristiano Ronaldo, a mais influente peça dos "red devils".
Em dia de poupança, os homens de Manchester não conseguiram manter a senda vitoriosa no campeonato O treinador do Manchester United, Alex Ferguson, foi expulso ao intervalo e deverá agora comparecer perante a Comissão de Disciplina da Federação Inglesa. O treinador envolveu-se numa troca de palavras com o árbitro Mark Clattenburg e isso valeu-lhe a expulsão, tendo visto da bancada a segunda metade do jogo. “Disse-lhe simplesmente que a determinado momento a sua arbitragem foi má e ele não gostou disso” referiu após o encontro
Entretanto, o Arsenal, que venceu por 2-0 o Wigan, ascendeu de novo à liderança e, com um jogo a menos que o United, soma já 33 pontos, deixando ao rubro a Liga inglesa, até porque o Chelsea (Essien foi expulso aos 93 minutos) venceu por 2-0 o último classificado, o Derby County e é já quarto classificado, com 28.
Antes de receber o FC Porto na quarta-feira na decisiva quinta jornada da Champions, o Liverpool venceu em Newcastle por 3-0 e está actualmente na quinta posição, com menos um ponto que a ex-equipa de José Mourinho, graças aos golos de Gerard, Kuyt e Babel.
Já no tocante à campanha do sensacional Manchester City, orientado por Sven Goran Eriksson, é de notar a sua firmeza na terceira posição, com 29 pontos, após novo triunfo, desta feita sobre o Reading por 2-1.
Com Nuno Valente em campo os noventa minutos e até a assistir para o terceiro golo, o Everton goleou o Sunderland por 7-1 e aproximou-se da "zona UEFA", enquanto o Portsmouth (26 pontos), com Pedro Mendes no banco, segurou a posição europeia (sexta), com vitória em Birmingham por 2-0.

Resultados da Premier League

Newcastle - Liverpool, 0 - 3
Middlesbrough - Aston Villa, 0 - 3
Bolton - Manchester United, 1 - 0
Manchester City – Reading, 2 - 1
Everton – Sunderland, 7 - 1
Arsenal – Wigan, 2 - 0
Birmingham – Portsmouth, 0 - 2
Derby County – Chelsea, 0 - 2
West Ham – Tottenham, hoje
Fulham – Blackburn, hoje

Classificação
1. Arsenal, 13 jogos/33 pontos
2. Manchester United, 14/30
3. Manchester City, 14/29
4. Chelsea, 14/28
5. Liverpool, 13/27
Fonte: JM/Lusa

Kaká: «Cristiano Ronaldo o melhor»

Publicada por Webmaster | 4:47 da tarde | 0 comentários »

O médio internacional brasileiro do AC Milan Kaká disse hoje que votaria em Cristiano Ronaldo se pudesse participar no sufrágio para escolha do melhor jogador do ano na Europa.

O próprio Kaká tem grandes hipóteses de ganhar o prémio a atribuir para o mês que vem pela "France Football", mas pensa que o extremo do Manchester United merecer ser o distinguido.

"Ele é o melhor, não só pela capacidade técnica, mas também pelo que fez na Selecção portuguesa", disse Kaká à imprensa italiana a partir do seu país.

Aos 25 anos, Kaká também espera ser o capitão do escrete quando o Brasil receber o Mundial'2014, e anseia por encontra um dos génios de todos os tempos... fora do futebol: "Gostava de conhecer o Michael Jordan. Ele foi o melhor jogador de basquetebol de todos os tempos".
Fonte: Record

Cristiano Ronaldo a figura

Publicada por Webmaster | 1:42 da tarde | 0 comentários »

Fica ligado de forma directa a tudo o que a selecção nacional realizou nesta fase qualificação, rumo ao euro'2008. O madeirense foi sempre o pêndulo da equipa de Scolari e, quando ele não rendeu, os resultados também não apareceram. Foi ele o grande impulsionador em partidas nas quais as prestações não ultrapassaram a mediocridade e, com o seu dinamismo e versatilidade, vastas vezes contagiou todo o resto da equipa. Aos 22 anos, fez 13 dos 14 jogos de qualificação, falhando apenas a deslocação à Bélgica, por se encontrar castigado, dado que vira duas vezes o amarelo, em idênticos compromissos anteriores: Bélgica (C) e Sérvia (F) . Foi sempre titular, com dez jogos completos e três em que saiu quando tudo estava já resolvido. Apontou oito golos, deixando Nuno Gomes e Simão, cada qual com três, a grande distância. Concretizou dois "bis" [Azerbaijão e Bélgica], ambos em casa, marcando ainda golos na recepção ao Cazaquistão e nas deslocações à Arménia, Polónia e Cazaquistão.

Scolari Perspectivou grande equilíbrio no grupo e constatou que quem acumulasse 28 pontos, passava, concretizando-se com o apuramento da Polónia (28) e Portugal (27). Fruto desse realismo, optou pela gestão daí resultando seis tantos empates, precisamente por via de alguma contenção, mormente nos jogos realizados fora de casa, em que jogou muitas vezes para o… "pontinho".

Ricardo Titular absoluto, foi o único jogador que actuou a totalidade dos minutos. Terá cometido alguns deslizes mas dez golos sofridos em 14 jogos revela-se um saldo deveras positivo.

Miguel Veloso Tem o futuro a seus pés. Scolari não teve problemas em abdicar de alguns atletas do seu habitual "núcleo" duro e Veloso foi um dos beneficiados. Cumpriu a totalidade dos derradeiros 360 minutos da qualificação, o equivalente a quatro partidas, nas quais, pese embora Portugal ter vencido apenas uma [empatou três], acabou por gerir a qualificação.

Makukula Apenas três jogos parciais (62 minutos), o suficiente para marcar um golo e contribuir para os três pontos conquistados no Cazaquistão. Pode, também, sonhar, com a presença na fase final.

Nuno Gomes Simboliza os pontas-de-lança do futebol português e a fragilidade revelada no capítulo da concretização. Ronaldo, com oito golos, somou mais que o jogador do Benfica, Hugo Almeida, Postiga e Makukula juntos (6). E, registe-se, a forma de actuar de Portugal até favorece os avançados mas, não fora o poder de concretização do madeirense, e a preciosa ajuda de Simão, e Portugal teria ficado pelo caminho.

Deco Não foi o estratega que a equipa necessitou. Quando jogou (10 partidas), não provocou desequilíbrios, não tendo apontado qualquer golo.

Autor: David Spranger
Fonte: Jornal da Madeira

«Sabíamos que ia ser um jogo extremamente difícil. A Finlândia esteve quase sempre atrás da linha da bola. Nós batemos-nos bem e com espírito de grupo fizemos uma bela segunda parte. Bastava o empate e é certo que tínhamos a ambição de ganhar, mas estamos apurados. O ambiente é fantástico. Só nós sabemos o que custou este apuramento. Todo o grupo está de parabéns. O mister também está de parabéns, porque voltou ao banco e deu sorte.»

«Os adeptos foram fantásticos. Hoje sim, mostraram a verdadeira garra portuguesa. Fez lembrar os jogos do Euro. Espero que assim continue. Se todos puxarmos para o mesmo lado é mais fácil.»

«Na primeira parte não estivemos tão bem mas não perdemos a frieza e na segunda parte entrámos muito bem. A Finlândia só teve uma ou duas oportunidades. Nós tivemos mais e controlámos o jogo do princípio ao fim. Merecemos estar na posição em que estamos.»

Cristiano Ronaldo: «Vamos querer brilhar»

Publicada por Webmaster | 12:20 da manhã | 0 comentários »

Cristiano Ronaldo, em conferência de imprensa, tentou redimir-se das declarações que proferiu no final do jogo com a Arménia em Leiria. "O que eu disse foi que a maneira dos portugueses se manifestarem é daquela forma. Em Portugal vê-se de maneira diferente", justificou o português.

No entanto, o jogador do Manchester United confessa que "ninguém gosta de ser assobiado" e apesar de Portugal ter uma grande equipa: "Não somos nenhumas máquinas, nem nenhuns super-heróis. Queremos jogar sempre bem, mas por vezes não é possivel".

Por isso, Ronaldo faz um apelo aos portugueses para não deixarem de apoiar a selecção. "Peço que os nossos adeptos façam pressao ao adversário como nos fizeram na Finlandia, na Sérvia e na Polónia. Se estiverem do nosso lado, nós vamos querer brilhar e se nos ajudarem, temos mais tranquilidade para fazer um bom trabalho".

O efeito Scolari

Sobre o regresso de Scolari ao banco de Portugal, Cristiano salienta a importância do técnico brasileiro: "Nestes ultimos anos temos feito boas qualificações com ele, é um bom homem e é importante a sua presença no banco".

Mesmo quando Scolari não pôde orientar a equipa devido ao castigo imposto pela UEFA, os jogadores nunca se esqueceram do seleccionador. "Estava sempre presente, dizia-nos como tinhamos que jogar. Não estava no banco, mas estava sempre no nosso pensamento porque é uma pessoa que gostamos e admiramos", revelou Ronaldo.

Perigo nórdico

Quanto ao adversário de 4.ª feira, a Finlândia, o número 17 da equipa das "quinas" adianta: "É uma equipa boa que está nos primeiros lugares e que faz um jogo muito directo porque tem jogadores altos". "Por isso nós vamos ter que jogar com a bola no chão e com tranquilidade", acrescentou.

Por fim, Ronaldo comentou o facto de Portugal precisar de pontuar no último jogo para se qualificar para o Euro-2008. "A qualificação tem sido muito dificil, está tudo apertado porque não há jogos fáceis. Queriamos já estar qualificados, mas agora perante o nosso publico, vamos dar o nosso melhor", concluiu o atleta luso.
Fonte: Record

Cristiano Ronaldo triste com "assobios"

Publicada por Webmaster | 1:45 da tarde | 0 comentários »

"Estamos em Portugal, já sabemos que os portugueses são assim. Eu jogo há cinco anos em Inglaterra e nunca fui assobiado, mesmo jogando mal. É a mentalidade, temos de viver com isto. É claro que é triste", disse Cristiano Ronaldo.

O avançado do Manchester United, que antes do jogo foi homenageado pelas suas 50 internacionalizações, salientou que "o mais importante foram os três pontos", reconhecendo que a selecção portuguesa não "jogou um futebol atractivo" porque "os jogadores não são máquinas".

"Não é o querer, é o poder", acrescentou.

Segundo Cristiano Ronaldo, a selecção "teve atitude", marcou um golo e manteve-se dependente de si própria na "final" ante a Finlândia (quarta-feira), sendo pragmático na antevisão ao jogo: "Se jogarmos mal e ganharmos, eu prefiro isso do que jogar bem e não conseguir ganhar".

"Dependemos de nós, sabemos que se ganharmos contra a Finlândia ou empatarmos estamos qualificados para o europeu. Isso é que é o mais importante", afirmou Cristiano Ronaldo, acrescentando que "nem sempre se pode jogar bem".

Cristiano Ronaldo reconheceu a importância do regresso ao banco de Luíz Felipe Scolari, explicando que é difícil "escolher" entre o seleccionador e Flávio Teixeira, que tem feito "um trabalho espectacular", justificando: "Se pudesse escolher, escolhia os dois".
Fonte: SIC

Ronaldo: «Estes jogadores não são máquinas»

Publicada por Webmaster | 1:59 da tarde | 0 comentários »

O jogador do Manchester United, Cristiano Ronaldo, desvalorizou as críticas de que a Selecção foi alvo e a exibição menos conseguida em campo: "Estes jogadores não são máquinas e as coisas não podem correr sempre como queremos".

"Penso que o mais importante foi os três pontos. Agora temos mais uma final e espero que possamos ganhar", destacou Ronaldo.

O jogador do Manchester United, que recebeu hoje a medalha pela 50.ª internacionalização, criticou ainda a reacção dos adeptos, que chegaram a assobiar a equipa.

"Estamos em Portugal, já sabemos que os portugueses são assim. Eu jogo há cinco anos em Inglaterra e nunca fui assobiado, mesmo jogando mal. É a mentalidade, temos de viver com isto. É claro que é triste", referiu.

Segundo Cristiano Ronaldo, a Selecção Nacional "teve atitude" e continua a depender apenas de si própria na "final" de quarta-feira ante a Finlândia, para a qual se mostra pragmático: "Se jogarmos mal e ganharmos, eu prefiro isso do que jogar bem e não conseguir ganhar".

"Dependemos de nós, sabemos que se ganharmos contra a Finlândia ou empatarmos estamos qualificados para o Europeu. Isso é que é o mais importante", acrescentou Ronaldo, concluindo que "nem sempre se pode jogar bem".
Fonte: Record

Eusebio entrega placa a Cristiano Ronaldo

Publicada por Webmaster | 7:33 da tarde | 0 comentários »

O sítio oficial na Internet da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) informa hoje que o embaixador da selecção entregará a placa no relvado do Estádio Municipal Dr. Magalhães Pessoa, em Leria, antes do início da partida, na qual Ronaldo poderá cumprir a 52ª presença com a camisola das quinas.

Ronaldo conta 51 internacionalizações pela selecção mais representativa de Portugal, durante as quais concretizou 20 golos, o que o torna o oitavo melhor marcador da equipa nacional, numa lista liderada por Pauleta (47 tentos em 88 presenças), seguido de Eusébio (41 em 64).

A página da FPF esclarece também que o treino de sexta-feira e a conferência de imprensa do seleccionador Luiz Felipe Scolari e de dois jogadores da selecção foram antecipados em 15 minutos, iniciando-se às 14h45 e 15h45, respectivamente.

O organismo federativo informa ainda que restam cerca de 1.000 bilhetes para o encontro com a Arménia, penúltimo na fase de qualificação, os quais serão colocados à venda nas bilheteiras do estádio e na Associação de Futebol de Leiria.

Lusa/SOL

Cristiano Ronaldo na lista para mais popular

Publicada por Webmaster | 7:27 da tarde | 0 comentários »

O madeirense Cristiano Ronaldo volta a estar na lista dos jogadores candidatos ao mais popular do mundo, situação que ocorre pelo segundo ano consecutivo e é um dos mais sérios candidatos a conquistar o troféu.
De resto, esta votação é promovida pela Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS).
Portugal, ainda assim faz-se representar por um outro jogador que não Cristiano Ronaldo, pois o central português Ricardo Carvalho também se encontra entre os candidatos a “Jogador Mais Pouplar do Mundo”
Refira-se que o jogador dos ingleses do Manchester United segue por esta altura apenas na 15.ª posição, enquanto o central do Chelsea está uns furos mais abaixo e ocupa o 51.º lugar.
Na lista elaborada pela Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS), a classificação é liderada por jogadores de países com pouca expressão no desporto rei. São eles: Aboutreika (jogador egípcio e pupilo de Manuel José no Al-Ahly), Al-Qahtani (Arábia Saudita) e Younis Mahmoud (Iraque).
Recorde-se que na temporada passada coube ao médio inglês do Liverpool Steven Gerrard o título de “Mais Popular”. Cristiano Ronaldo quedou-se pela nona posição enquanto que Luís Figo, não foi além da vigésima sexta posição.
JM/Lusa

Cristiano Ronaldo quer ficar na historia

Publicada por Webmaster | 2:49 da tarde | 0 comentários »

Cristiano Ronaldo não esconde a ambição de um dia ser eleito o melhor jogador do Mundo, e confessou querer deixar a sua marca na história do futebol no DVD recém-lançado e entitulado: "The Boy Who Had a Dream" (O Rapaz Que Tinha um Sonho).

"A minha ambição foi sempre ser o melhor. Sonho muitas vezes com isso. Quero deixar a minha marca na história do futebol e se conseguir manter as coisas como estão, se for humilde e sempre disposto a aprender, então um dia conseguirei fazê-lo", acredita a estrela da selecção nacional.

O internacional português recordou ainda, no DVD, o episódio passado com Wayne Rooney (pediu cartão para o avançado inglês que acabou expulso) no Europeu de 2004 e que tanta polémica causou em Inglaterra.

"Agiria da mesma forma se voltasse a acontecer. Estava a representar o meu país, a minha nação, as minhas cores", afirmou Cristiano Ronaldo, insistindo que a relação de amizade com o companheiro de equipa no Manchester United nunca esteve em causa.

"Lembro-me, depois do jogo, que o Rooney veio ter comigo e disse: 'continuem assim, têm uma excelente equipa e estão a ir bem'. Sempre fomos bons amigos", confirmou o extremo.
Fonte: Record

Cristiano Ronaldo ‘bisa’

Publicada por Webmaster | 9:03 da tarde | 0 comentários »

O jogador português marcou de cabeça, aos 34 minutos, após canto de Giggs, depois de uma entrada fulgurante da equipa forasteira.

No minuto seguinte, Ronaldo fez o resultado final, num jogo que ditou o regresso de Saha ao onze inicial, após nove meses a iniciar as partidas no banco de suplentes ou lesionado no joelho.

O jogo marcou também o início de um mês em que Alex Ferguson não conta com Wayne Rooney, lesionado.
Fonte: SOL

Cristiano Ronaldo marca na Champions

Publicada por Webmaster | 1:41 da tarde | 0 comentários »

Old Trafford viu mais uma noite vitoriosa do Manchester United. Os ingleses venceram o Dínamo deKiev por 4-0 e beneficiaram do empate de Alvalade para apurarem-se para os oitavos-de-final.

Alex Ferguson celebrava 21 anos à frente do clube e nem precisou de recorrer à equipa habitualmente titular para bater os ucranianos. Os red devils somam agora quatro vitórias em quatro jogos.

Os portugueses Cristiano Ronaldo e Nani foram ambos titulares, e o primeiro teve influência no golo inaugural. Foi Ronaldo quem marcou o livre que originou o tento de Piqué. Aberto o marcador, faltava a tranquilidade. Chegou seis minutos depois, aos 37, por Tevez.

Para se perceber um pouco do que se passou em Old Trafford, basta ver que 73 por cento da posse de bola, ao intervalo, pertencia aos red devils.

A segunda parte não trouxe nada de novo, a não ser as substituições e os golo de Wayne Rooney, com assistência de Nani, e de Cristiano Ronaldo. O português não quis ficar atrás dos companheiros de equipa e também fez o gosto ao pé, aos 88.

Manchester United - Van der Sar (Kuszczak, 46); Simpsom, Vidic, Piqué (Evans, 73) e Evra; Cristiano Ronaldo, Carrick, Fletcher e Nani; Rooney e Tevez (Saha, 68)

Díanmo Kiev - Shovkovskiy; Markovic, Diakhaté, Fedorov e El Kaddouri; Ghioane, Vaschuk e Corrêa; Gusev, (Rebrov, 46) Milevskiy (Bangoura, 76) e Rotan (Diogo Rincón, 46)
Fonte: MaisFutebol

Cristiano Ronaldo no trio da frente

Publicada por Webmaster | 10:43 da manhã | 0 comentários »

A corrida para a sucessão a Kaká no trono de melhor marcador da UEFA Champions League parece, cada vez mais, emergir como uma maratona de decisão renhida. Três jogadores estão empatados na liderança na antecâmara da quarta jornada da fase de grupos da competição e Cristiano Ronaldo é um deles.

Holandês goleador
Kaká não teve rival na época passada e com dez tentos ajudou o AC Milan a ganhar o título europeu, mas a competição parece bastante mais renhida na actual campanha, numa altura em que se começa a caminhar para o final da fase de grupos. O ponta-de-lança Ruud van Nistelrooy, do Real Madrid CF, um dos três segundos classificados na temporada transacta, volta a mostrar-se inspirado na finalização, tendo já assinado três golos que contribuíram para a liderança dos "merengues" no Grupo C.

Ronaldo na linha da frente
Ao contrário do Real Madrid, o Arsenal FC ainda não perdeu qualquer ponto, em parte graças aos desempenhos do médio Cesc Fabregas, que também já enviou três vezes a bola para o fundo das redes, mais uma do que os companheiros Robin van Persie e Theo Walcott. O internacional português Cristiano Ronaldo assinou três tentos na campanha do Manchester United FC, mais um do que o colega de equipa Wayne Rooney.

Recorde
Van Nistelrooy persegue o seu próprio recorde de golos marcados numa edição da UEFA Champions League, tendo acertado 12 vezes nas redes em nove jogos disputados pelo Manchester United, na época 2002/03. O primeiro remate certeiro do holandês na presente edição surgiu frente ao Werder Bremen, onde actua o internacional lusitano Hugo Almeida, mas tudo indica que Van Nistelrooy terá de esperar mais algum tempo para alcançar o melhor marcador de sempre da competição, o espanhol Raúl González.

Raúl impressionante
O companheiro de Van Nistelrooy no gigante da capital espanhola é um dos 21 jogadores que apontaram dois golos na edição da presente temporada, tendo elevado para 58 o seu registo na prova. Com este grau de eficácia, Raúl está em condições de ultrapassar, dentro em breve, o recorde de 62 golos nas competições europeias, na posse do alemão Gerd Müller. O ponta-de-lança do Real Madrid está empatado a 60 golos com os seus adversários de notáveis jornadas, Andriy Shevchenko e Filippo Inzaghi, ambos autores de um golo na primeira ronda.
Fonte: UEFA

O Arsenal continua invicto na edição 2007/2008 da Premier League, depois de ter empatado este sábado com o Manchester United a dois golos, em jogo da 12.ª jornada da prova.

Os red devils estiveram em vantagem com um autogolo de Gallas no fecho do primeiro tempo (45). Contudo, Fabregas empatou para os da casa no arranque da segunda metade (48).

Aos 82 minutos, o português Cristiano Ronaldo colocou o Manchester United novamente na frente do marcador, mas Gallas evitou o primeiro desaire dos gunners na competição (90). Desta vez, o jogador marcou na baliza certa, mantendo o Arsenal no topo da Liga inglesa.

A equipa de Arsène Wenger comanda com 27 pontos (menos um jogo), os mesmos que o Manchester United. A formação de Alex Ferguson contou com Ronaldo no onze inicial, ficando Nani no banco de suplentes. O brasileiro Anderson foi titular nos red devils, mas saiu aos 76 minutos.
Fonte: Diário Digital