"I love you, Ronaldo"

Publicada por Webmaster | 2:18 da tarde | 0 comentários »

Almaty, antiga capital do Cazaquistão, quase 20.00 (menos cinco horas em Lisboa), 17 de Outubro de 2007. Nas bancadas do Estádio Central levanta-se um povo orgulhoso de si mesmo a cantar empenhadamente o hino antes do jogo frente a Portugal. Almaty, três horas depois: "I love you, Ronaldo, you are the great" - "Amo-te, Ronaldo, és o melhor". E, minutos depois, saíam por entre o silêncio geral os jogadores do Cazaquistão.

A "Ronaldomania" voltou assim a atacar. Mulheres (mais), homens, gente desesperada a tentar chegar a um autógrafo, a uma fotografia desfocada de Cristiano Ronaldo. Gente que se empurrava, acotovelava pelo ídolo. Polícias e militares tentavam dar alguma ordem à saída do autocarro da selecção portuguesa - bem, alguns levavam os filhos pela mão, para os aproximar daqueles que tentavam ordenar. E gritava-se muito por Ronaldo, também por Deco.

Pouco depois, saía o autocarro do Cazaquistão. Mas já não havia gente, muito menos entusiasmo. Apenas um adepto, atacado pela consciência, levantava o polegar a consolar os desamparados cazaques. Que já nem disfarçavam o isolamento e se mantinham cabisbaixos dentro da viatura.

0 comentários