Gold

Publicada por Webmaster | 9:01 da tarde | 0 comentários »

Cristiano Ronaldo is a gold mine to Real Madrid, but I really prefer the true Gold Coin the shine of the gold is precious and beautiful.

Gold is perhaps the world’s most liquid investment trading in the world, because the market never closes it’s always possible to buy and sell Gold in any country and at any time.

So buy gold coins or gold bullion from Aurum Advisors, America’s gold IRA, gold coin investment, and gold price providers to household and institutional investors nationwide.

Learn more about the power of the Gold Coin

Daniele Aguiar a nova namorada do Cristiano Ronaldo, já está em Madrid.

A modelo brasileira, Daniele Aguiar, chegou ontem a Madrid acompanhada pelo brasileiro Kaká, colega de equipa do seu namorado Cristiano Ronaldo.daniele+aguiar

Káká que será a grande novidade, no treino de hoje do Real Madrid.

Além do brasileiro, também Casillas, Albiol e Sérgio Ramos estão de regresso, depois da presença na Taça Confederações.

Rio Ferdinand, central do Manchester United, acredita que a equipa de Old Trafford não vai perder o domínio na Liga Premier pela facto de ter perdido Cristiano Ronaldo para o Real Madrid, pelo contrário, o internacional inglês defende que, sem o português, a equipa até poderá tornar-se mais compacta.

Quando muitos críticos perspectivam um enfraquecimento da equipa de Alex Ferguson, Ferdinand aponta no sentido oposto e acredita que a saída de Ronaldo poderá levar os restantes jogadores a mostrar o melhor de si. "Vamos ser uma equipa muito mais compacta sem Ronaldo. Ele deu-nos muito na frente de ataque, o seu talento permitia-lhe subir mais do que outros na mesma posição, porque sabíamos o que podia acontecer quando a bola chegava até ele", começou por destacar em declarações à imprensa inglesa.

No entanto, Ferdinand defende que o United tem, agora, de manter as mesmas características no ataque. "Vamos ser mais difíceis de quebrar, mas temos de manter a mesma potencialidade na frente. Agora temos o Michael Owen que tem o condão de meter a bola nas redes e, se ele se mantiver em forma esta época, vai ter uma boa oportunidade para relançar a sua carreira", acrescentou.

O defesa considera que a equipa vai ser mais unida, mas sem qualquer ressentimento para com Cristiano Ronaldo. "Ninguém da equipa ficou ressentido com Ronaldo. Se pensarmos que uma carreira dura à volta de dez/doze anos, ele deu seis anos da dele ao Manchester United, deu metade da sua carreira a um clube, depois de vir de Portugal. Não podíamos cortar-lhe agora as pernas e impedi-lo de cumprir o sonho de jogar no Real Madrid. Jogar pelo Manchester United é o topo da carreira para muitos, algumas pessoas não o vão compreender, mas é uma boa pessoa", destacou ainda o internacional inglês.


Roy Keane, antigo jogador do Manchester United e por consequência ex-colega de equipa de Cristiano Ronaldo, tem uma opinião diferente da maioria no que ao valor da transferência de Cristiano Ronaldo para o Real Madrid diz respeito.

O actual treinador do Ipswich Town disse à BBC que até foi barato.

As coisas são assim. Os clubes estão preparados para pagar isso. As pessoas falam sobre o Ronaldo sair por 80 milhões de libras. Eu olho para outros jogadores e acho que o Ronaldo, por 80 milhões, é barato.


Michel Platini, continua a mostrar a sua indignação com a transferência de Cristiano Ronaldo para o Real Madrid.


O dirigente garante que, se jogasse hoje, custaria certamente mais do que Cristiano Ronaldo. Platini aproveitou ainda a oportunidade dada pelo semanário italiano L´Espresso para criticar a atitude do português:

"Na realidade eu não custaria nada simplesmente porque respeitava os compromissos e ficava nos clubes até ao final do contrato."

Platini voltou a referir que está contra os preços praticados no futebol e que a UEFA vai procurar de todos os modos impedir que os gastos dos clubes superem as receitas, evitando assim que os clubes entrem em ruína "enquanto continuam a pagar quantias estratosféricas a jogadores e agentes. Espero que isto aconteça antes do final de 2012".

O francês referiu também que o valor das contratações alcançou "níveis insustentáveis» e que «metade dos clubes na Europa têm tido perdas"


Títulos, títulos e mais títulos. É o que Cristiano Ronaldo quer para a sua passagem pelo Real Madrid. O internacional português está confiante numa grande campanha ao serviço do clube merengue e acredita que o primeiro grande passo pode ser a conquista da Liga dos Campeões, cuja próxima final se disputará no estádio do Real Madrid.

Ronaldo admite ainda que gostava de chegar alguma dia ao palmarés de Di Stéfano, um nome mítico na história do Real, assim como vencer mais vezes a Bola de Ouro.

O extremo do Real Madrid acredita também que, com as contratações que Florentino Pérez tem feito, a liga espanhola tem tudo para se tornar novamente a melhor competição do mundo. "Acho que a Liga agora é superior à Premier League."

Apesar de nunca ter escondido que queria transferir-se para o Real Madrid, Cristiano Ronaldo disse esta sexta-feira, que vai sentir falta do Manchester United.

"Tenho uma ligação sentimental com clube, pois passei aqui um quarto da minha vida. Era um menino quando cheguei e saio daqui um homem", afirmou o jogador, de 24 anos. "O clube e os adeptos terão sempre um lugar especial no meu coração. Aprendi muitas lições de vida aqui", completou.

Ronaldo também não deixou de dar uma palavra sobre sir Alex Fergusson:

"Ele (Ferguson) fez-me acreditar que poderia ser um dos melhores do mundo. De início, só pensava em jogar na equipa principal, não em ser o melhor, mas sir Alex deu-me a camisola 7 porque acreditava que eu a honraria", comentou.

Cristiano Ronaldo nega ter agredido menor.


Ronaldo lamenta "o gesto" que teve, em defesa da mãe, que ficou em "tal estado de perturbação e aflição" com a perseguição perpetrada por um fotógrafo freelancer e uma acompanhante, de 17 anos, que disse querer apenas um autógrafo do futebolista.

Em declarações publicadas no sítio da Gestifute na Internet, com a data de 29 de Junho, Cristiano Ronaldo diz que foi vítima de perseguição e armadilha. Actos atribuídos a um indivíduo "já bem conhecido de diversas figuras públicas portuguesas, por não escolher meios para atingir os seus objectivos, ou seja, o escândalo, e já foi por isso objecto de condenação judicial", pode ler-se no documento publicado pela empresa que gere a imagem do futebolista do Real Madrid.

“O incidente envolveu um indivíduo que infelizmente não olha a meios para atingir fins e que eu já conhecia de o ter visto dias a fio à porta de minha casa", escreve Cristiano Ronaldo no sítio da Gestifut. "Perseguiu-me de automóvel desde o Hotel Ritz até à zona da Expo, onde tenho o meu apartamento, estando eu acompanhado da minha mãe e ele de uma jovem que durante todo o percurso filmou ostensiva e provocatóriamente todos os nossos gestos", realça o jogador do Real Madrid.

"Esta perseguição causou um tal estado de perturbação e de aflição na minha mãe que me vi forçado a parar o meu carro para tentar convence-los a deixarem-nos em paz”, conta Cristiano Ronaldo à Gestifute Media. “Quando estou sozinho, tudo bem, engulo em seco e tento ficar indiferente. Mas quando é a minha mãe que está em causa, aí, peço desculpa, mas não admito que ninguém, repito, ninguém, a moleste", argumentou o jogador.

Sem referir, fica subentendido que Ronaldo assume os actos que lhe são imputados pela jovem que apresentou queixa na polícia. A adolescente, de 17 anos, terá sido assistida no Hospital de S. José, onde deu entrada cerca das 22 horas de domingo.

"Lamento o gesto que tive, se bem que também não possa jurar que, se as circunstâncias se repetirem, eu não reaja de forma idêntica, pois quando a minha mãe é envolvida é-me extremamente difícil manter a presença de espírito", assegurou o futebolista.

Tentativa de extorsão

Segundo a Gestifut, "a falta de escrúpulos do indivíduo em questão" não se ficou pela perseguição e captação de imagens. “Ele tentou de imediato vender a gravação do vídeo à empresa que me representa, mas eu jamais – insisto, jamais – poderia aceitar uma proposta que só tem um nome: extorsão”, revelou Cristiano Ronaldo.

“Aquando da tentativa de negociar a venda do vídeo, a acompanhante, embora não apresentasse, como era bom de ver, qualquer ferimento visível, até compareceu envergando uma bata do hospital, o que leva a crer que eles planeiam acrescentar vários pontos ao pequeno conto que realmente ocorreu", escreve, ainda, Cristiano Ronaldo.

Infelizmente, sei que mais dia menos dia tudo o que eles gravaram vai estar aí disponível num jornal qualquer e se dará crédito ao que eles falsamente queiram acrescentar, porque infelizmente há sempre compradores, há gente que não tem escrúpulos e que continua a premiar esta mesquinhez de tentar tudo a todo o custo para benefício pessoal", diz o futebolista do Real Madrid. "Eu não sou assim. Porque se fosse teria comprado a cassete e o assunto jamais seria tornado público. Mas sei que vai ser tornado público. Porque eu assim quis, porque eu só assim sei estar na vida”, conclui.

Segundo a Gestifute, Cristiano Ronaldo tem já o caso confiado aos seus advogados.